Sem captações, caixa da Petrobras terminaria 2015 com US$ 8 bi a US$ 12 bi

By | 30/01/2015
Petrobras (Foto: Agência O Globo)

A simulação de fluxo de caixa demonstrada pela Petrobras em apresentação a analistas e investidores realizada nesta quinta-feira, 29, mostra que a companhia poderia chegar ao final do ano com US$ 8 bilhões a US$ 12 bilhões em caixa.

A projeção considera a possibilidade de a companhia não realizar nenhuma captação ao longo de 2015. No início do ano, o volume de recursos em caixa, em dólar, seria de US$ 25 bilhões. O valor considera dados gerenciais. O documento, contudo, não detalha o que seria esse indicador.

Na mesma simulação, a Petrobras considera uma geração operacional de US$ 28 bilhões a US$ 32 bilhões e investimentos no valor de US$ 31 bilhões a US$ 33 bilhões. A companhia também prevê desembolsos de US$ 16 bilhões a US$ 18 bilhões com dividendos, amortizações e juros, além da captação de US$ 3 bilhões com a venda de ativos.
 

A análise leva em consideração um cenário de preço do Brent entre US$ 50 e US$ 70 o barril, com uma alta de 4,5% da produção sobre 2014 (mais ou menos um ponto porcentual) e um dólar entre R$ 2,60 e R$ 2,80. A companhia ainda projeta que o preço médio de realizações com a venda de combustíveis para 2015 é estimado em US$ 80/barril.

Entram na conta, por exemplo, o diesel e a gasolina. O preço de ambos os combustíveis será mantido, a despeito da recente tendência de queda das cotações internacionais.

Revista Época Negócios