Romário elogia Dilma por veto a parcelamento de dívidas dos clubes

By | 22/01/2015

Um dos nomes de oposição ao governo de Dilma Rousseff (PT), o deputado federal e senador eleito Romário Farias (PSB-RJ) elogiou o veto da presidente ao artigo 141 da Medida Provisória 656/14, que previa regras para a renegociação das dívidas dos clubes brasileiros com a União.

"Eu quero dar parabéns à presidenta por ter vetado essa lei. Porque isso poderia ser uma das piores coisas que aconteceria com o esporte neste momento", considerou. "O Brasil tem que mudar sua mentalidade em relação ao esporte. Se profissionalizar. E os que devem, pagar suas dívidas", disse Romário nesta quinta-feira após fazer uma visita ao Parque Olímpico, no Rio.

De acordo com o artigo vetado, os clubes poderiam parcelar suas dívidas em até 240 vezes, com descontos de até 50% em juros e 70% nas multas, sem precisarem cumprir medidas de responsabilidade financeira e de gestão, que estão no projeto de Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE), que tramita no congresso.

"Foi feita uma comissão que trabalhou quase onze meses para chegar em acordo com os clubes, ministérios da Casa Civil, Fazenda e do Esporte (sobre a LRFE). Aí vem um deputado e colocou um artigo dentro de uma MP (656/14) para que os clubes possam pagar sua dívida com 70% de desconto? E pior do que isso é não ter nenhuma contrapartida em termo de responsabilidade", criticou.

Durante o evento, Romário também se mostrou receptivo ao novo ministro do Esporte, George Hilton, com quem vai se reunir em breve. "Não o conheço ainda, mas mostrou-se bastante favorável ao diálogo. Vou ter uma audiência com ele para conversar sobre o esporte no Brasil. Ele realmente não é um homem do ramo. Espero que possa reunir grandes assessores, técnico para resolver o problema do esporte no Brasil."

Ultima Hora