Relatório preliminar sobre queda de avião da AirAsia não será divulgado ao público

By | 21/01/2015

Investigadores indonésios poderão revelar alguns resultados iniciais na próxima semana sobre a queda do avião de passageiros da AirAsia, que matou 162 pessoas no mês passado, mas o relatório preliminar completo não será divulgado ao público, disse um funcionário do governo nesta quarta-feira.

O Airbus A320-200 desapareceu dos radares em 28 de dezembro, a menos da metade do caminho em um voo de duas horas iniciado na segunda maior cidade da Indonésia, Surabaya, com destino a Cingapura. Não houve sobreviventes.

Os dados do radar e das caixas-pretas da aeronave estão fornecendo aos investigadores uma imagem mais clara do que ocorreu durante os minutos finais do voo QZ8501.

O ministro dos Transportes, Ignasius Jonan, disse na terça-feira em uma audiência parlamentar que o avião havia subido mais rápido do que o normal em seus minutos finais, e depois estancou.

"Um mês depois do acidente só faremos um relatório preliminar. Nenhum comentário e nenhuma análise", disse a jornalistas Tatang Kurniadi, presidente do Comitê Nacional de Segurança do Transporte.

"Isso não irá ser exposto ao público. Isso é para os países envolvidos."

O relatório final das conclusões do inquérito sobre a tragédia, que será tornado público, deve ser apresentado no prazo de um ano.

Internacional