Praça do Ferreira sediará dia de teste de aids

By | 28/01/2015
De acordo com o novo boletim epidemiológico, cerca de 734 mil pessoas vivem com HIV e aids no País. Visando prevenir a doença e informar a população sobre os métodos preventivos, no dia 7 de fevereiro, das 8h às 13h, haverá testes para o vírus HIV, na Praça do Ferreira.
 
A ação terá como público-alvo os adolescentes e pessoas com dificuldade em se programarem para irem aos postos de saúde da Capital. Ainda no mesmo dia, o público poderá receber a vacina contra hepatite B e receber preservativos gratuitos.
 
O teste para a doença causada pelo vírus HIV é feito a partir da coleta de uma pequena quantidade de sangue da ponta do dedo. O resultado é dado após alguns minutos e, se preciso, a pessoa será encaminhada para os serviços de atendimento em doenças sexualmente transmissíveis. 
  
O Governo ainda ressalta que o teste não deve ser feito de forma indiscriminada e a todo momento. É aconselhável que a pessoa submetida tenha passado por uma situação de risco, como ter feito sexo sem o uso da camisinha. Especialistas afirmam que após a infecção pelo vírus, o sistema imunológico demora cerca de um mês para produzir anticorpos em quantidade suficiente para serem detectados. 
 
Além de hábitos simples, como o uso do preservativo e a utilização de agulhas e seringas descartáveis, o incentivo à testagem é considerado como abordagem da política pública de controle a doença. Segundo o Ministério da Saúde, a meta é testar 90% da população brasileira e, das pessoas que apresentarem resultado positivo, tratar 90%. A campanha conta com a frase “#partiuteste” para se aproximar da faixa etária prioritária. 
 

De acordo com as informações divulgadas pelo Governo, no Ceará, assim como no Brasil, o número de casos de aids em jovens vem aumentando. Entre adolescentes e jovens de 15 a 24 anos o número de casos passou de 521 em 2006 para 1.212 em 2012, um aumento de 136,7%. A cada 100 mil habitantes do Estado, 14 têm a doença diagnosticada.

Ultima Hora