Neymar defende punição a Cristiano Ronaldo

By | 27/01/2015

O atacante Neymar, do Barcelona, disse nesta segunda-feira (26) que o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, deve ser punido por suas atitudes na vitória do seu time sobre o Córdoba, no sábado (24), pelo Campeonato Espanhol.

Com o jogo ainda empatado por 1 a 1, Cristiano Ronaldo, eleito pela terceira vez como melhor jogador do mundo, deu um pontapé no zagueiro brasileiro Edimar, acertou um soco em Rossi, foi expulso e teve que assistir à virada do Real nos vestiários.

"Atos como o de Cristiano Ronaldo podem acontecer, mas devem ser punidos", disse Neymar, que ressaltou, porém, a provocação dos defensores contra os jogadores de frente.

"Os atacantes, sobretudo, estão expostos a provocações, intimidações. Às vezes, não dá para aguentar. Tem que trabalhar a mente para não cair na provocação", afirmou.

Ao se dirigir para fora do gramado, Ronaldo foi vaiado pela torcida adversária e, em resposta, lustrou o símbolo do troféu do título mundial estampado na camisa do clube. Algumas horas depois do término da partida, o jogador se desculpou pelo incidente em uma de suas redes sociais: "Peço desculpas a todos e especialmente a Edimar por meu ato irreflexivo na partida de hoje [sábado]".

Brasileiro rebate declarações de Cruyff

Neymar aproveitou a entrevista desta segunda-feira para cutucar o ex-jogador holandês Johan Cruyff, que disse anteriormente que podia ser perigoso ter dois jogadores como o brasileiro e Messi no mesmo time. "Eu respeito a opinião dele, considero que foi um dos melhores jogadores do mundo, mas, sim, se equivocou. A cada dia estamos melhores e é só o começo. Podemos fazer muitas coisas", disse.

Em março de 2014, Cruyff disse que Neymar era um problema para o Barcelona.

Ultima Hora