Ministério Público pede proibição do show do Mc Pedrinho em Fortaleza

By | 30/01/2015

O Ministério Público do Estado do Ceará solicitou a proibição do show do adolescente Pedro Maia Tempster, conhecido como Mc Pedrinho. O órgão alega que o menino, de 12 anos, se apresenta com repertório musical dotado de nítida “conotação sexual, alto teor de erotismo, pornografia, baixo calão e todo tipo de vulgaridade, incompatíveis com a condição peculiar de pessoa em desenvolvimento”.

O órgão, através da 6ª Promotoria de Tutela Coletiva da Infância e Adolescência, protocolou uma Ação Civil Pública na última quarta-feira (28). O show de Mc Pedrinho está previsto para o próximo sábado (31), em Fortaleza.

Na ação, o pedido em caráter liminar é para impedir a realização da apresentação, sob pena de multa estipulada em um R$ 1 milhão, sem prejuízo de ações administrativas ou penais. O Ministério Público requer também que sejam oficiados a Polícia Militar, a Guarda Municipal e os Conselhos Tutelares para que fiscalizem o cumprimento da ação e informem nos autos eventual violação para que se tomem as providências cabíveis. No momento, a ação aguarda despacho do juizo da infância e juventude.

PGR em São Paulo também deve ser notificada 

O promotor de Justiça Luciano Tonet, responsável epal ação, também pediu que que a Procuradoria Geral da República em São Paulo, local da residência do adolescente, seja oficiada para adotar as providências cabíveis. O promotor alerta sobre os danos que shows com esse tipo de repertório podem causar aos adolescentes, pois  Mc Pedrinho “acaba por servir de modelo aos demais”.

Segundo o órgão, uma cópia da ação também deverá ser enviada ao Juízo da Infância e Promotoria de Justiça da localidade de residência do adolescente, em virtude da conivência e omissão dos pais do adolescente, que podem estar causando danos irreparáveis ao desenvolvimento de Mc Pedrinho. 

Ultima Hora