Mercado prevê mais investimentos no País em 2015

By | 26/01/2015
Os investidores do mercado financeiro, consultados semanalmente pelo Banco Central, preveem que o setor produtivo da economia brasileira vai continuar a atrair investidores internacionais em 2015.
 
A projeção dos analistas para a entrada de Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) no País neste ano subiu de US$ 58,2 bilhões para US$ 60 bilhões, de acordo com o Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (26). Para 2016, a estimativa dos analistas para a entrada de recursos ficou estável em US$ 60 bilhões.
 
Com relação à taxa básica de juros, a Selic, a previsão do mercado para 2015 ficou estável, em 12,5% ao ano. Na última quarta-feira (21), o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC decidiu elevar a Selic em 0,5 ponto percentual, que passou assim de 11,75% para 12,5% ao ano. Para 2016, a projeção dos analistas para a taxa de juros é de 11,5% ao ano.
 
A expectativa para o câmbio também mostrou estabilidade, em R$ 2,80 em 2015. Para o término de 2016, a aposta dos analistas avançou de R$ 2,85 para R$ 2,90 por dólar.
 
A projeção para o resultado da balança comercial (total de exportações menos importações) em 2015 permaneceu estável, com superávit de US$ 5 bilhões. Para 2016, a previsão de superávit comercial se manteve em US$ 10 bilhões.
 
A estimativa da dívida líquida do setor público é de que ficaria em 37% do Produto Interno Bruto (PIB), sigla que representa a soma dos bens e serviços produzidos no País em um determinado período. A projeção do déficit em conta-corrente, que registra o resultado das contas externas do País, se manteve estável, em US$ 78 bilhões.
 

Ultima Hora