Mais notícias Internacional: Pró-russos citam 500 mortes de soldados

By | 22/01/2015

De rebeldes iemenitas

Presidência sinaliza aceitar demandas

O presidente do Iêmen, Abd-Rabbu Mansour Hadi, manifestou disposição para ceder às exigências de mudança constitucional e partilha de poder com os rebeldes houthis, dizendo que o grupo xiita tinha o direito de ser nomeado para cargos em todas as instituições do Estado.

Da Ucrânia

Pró-russos citam 500 mortes de soldados

Cerca de 500 soldados do Exército ucraniano foram mortos nos últimos três dias em combates com as milícias rebeldes no Leste da Ucrânia, informaram ontem separatistas pró-russos. "Nas últimas 72 horas, foram mortos em combate mais de 500 soldados ucranianos", disse o comandante adjunto do estado-maior das milícias separatistas de Donetsk, Eduard Basurin.

Internacional