Maiores aumentos salariais acontecem no início da carreira

By | 10/02/2015
Dinheiro; notas; riqueza (Foto: Thinkstock)

Um novo estudo do Fed (Banco Central norte-americano) traz más notícias para quem sonha em ser rico, mas já está em um estágio avançado da carreira. O quanto você arrecadará durante sua vida tem muito a ver com o dinheiro que ganha na sua primeira década no mercado de trabalho.

Economistas do Fed de Nova York defendem que pessoas ricas apresentam uma curva marcante em seus salários no início da carreira.

Segundo o relatório, profissionais que ganhavam valores medianos viram seus rendimentos subir 38% entre os 25 e 55 anos. Os que ganhavam mais chegaram a ver sua renda crescer até 1,450%.

Mas o que impressiona é o fato de os maiores aumentos salariais acontecerem cedo. "A maior parte do crescimento dos lucros acontece durante a primeira década de trabalho", diz o documento.

Trabalhadores que tiveram ganhos medianos nos primeiros dez anos de carreira verão seus rendimentos estagnar dos 35 aos 55 anos. No caso dos mais ricos, os lucros diminuem a partir dos 45. Só os 2% mais ricos veem seus ganhos continuarem crescendo depois dos 45 anos de idade.

Mas estar entre os mais ricos não tem só a ver com moleza. Os economistas também dizem que "quanto maior o salário atual de um indivíduo, mais espaço ele tem para cair e menos espaço tem para mudar completamente [sua carreira]".

Revista Época Negócios