Mãe abre loja online e fatura US$ 65 mil por mês com produtos feitos à mão

By | 11/02/2015
Alicia Shaffer durante confecção (Foto: Reprodução Instagram)

Mãe de três filhos, Alicia Shaffer vende três mil produtos em um único dia e fatura US$ 65 mil por mês com produtos feitos à mão, como meias e cachecóis. Sua loja no e-commerce Etsy, um dos mais populares sites de produtos artesanais, é a segunda mais popular do site. Segundo o Daily Mail, ela começou em 2011 com algumas roupas e acessórios. "Sem ter experiência na área da moda e aprendendo tudo na base do tentativa e erro". Sua loja chama-se Three Bird Nest. 

Naquele ano, ela vivia em Livemore, na Califórnia, e decidiu remendar algumas peças para oferecê-las em um bazar. Suas criações tornaram-se tão populares que ela teve um estímulo para abrir uma loja online. "Mas eu abri a loja na Etsy pensando que poderia ter um dinheiro para pagar aulas de dança ou, ao menos, compensar o que gastava na boutique", contou ao The Organic Bloom. Ela achou que o grande número de pedidos iniciais devia-se à temporada de férias que estava chegando. Mas o Natal passou e as vendas permaneceram. Então, ela incrementou o portfólio: incluiu cachecóis e calças de frio.

Apenas 18 meses depois, ela vendeu sua boutique e começou a focar apenas na Three Bird Nest. Em seu site, ela afirma que suas criações são para uma "mãe, estudante, filha, noiva ou uma mulher que quer se arrumar para o primeiro encontro". Todas as ideias que tem, diz, vêm de momentos do seu dia a dia. Ela leva um caderno e notebook para qualquer lugar anotando o que lhe vêm à mente. 

A loja atualmente oferece uma ampla variedade de produtos, incluindo mais de 58 modelos diferentes que variam de $ 16 a $ 37 , bem como meias botas, lenços, chapéus, luvas, bolsas e acessórios. 

Peças vendidas por Alicia durante a Black Friday (Foto: Reprodução Instagram)

Shaffer acredita que para encontrar o sucesso é perciso sentir, dormir e respirar a sua marca e manter um amor pelos clienets em cada um dos itens praticados. "Meus negócios anteriores falharam e agora não vou desistir de ver essa marca crescendo". Shaffer também tem suporte em casa. Aposentado mais cedo – ele era chefe dos bombeiros – é quem ajuda ela a cuidar das crianças e da casa. 

 

 

 

Revista Época Negócios