Lei pode alterar preços de imóveis

By | 21/01/2015

Membros da Cooperativa da Construção Civil do Ceará (Coopercon) discutiram ontem, entre outros temas, a revisão do Código de Obras e do Código de Posturas de Fortaleza, que está sendo feita para ser levada à Câmara Municipal. Entre os pontos abordados, estiveram as possibilidades de mudanças na zona urbana, como a área permitida para construção de apartamentos, índice de aproveitamento para edificação, taxa de permeabilidade dos terrenos, número e áreas permitidas para subsolos.

"Nós podemos até ter mudanças que podem diminuir ou aumentar os custos nas obras. Por exemplo, se houver um aumento da largura e do comprimento das vagas de garagem, isso aumenta o custo. Mas seria realmente necessário?", questiona o presidente da Coopercon, Marcos Novaes.

Diálogo

"A partir do momento em que a Prefeitura se colou aberta ao diálogo junto com construtores e arquitetos é uma obrigação nossa, enquanto entidade de classe, que preservemos o bom relacionamento e que toda a revisão do Código de Obras e do Código de Posturas, que está sendo feita em Fortaleza para levar à Câmara Municipal seja previamente analisada, bem como os impactos que vão trazer para Fortaleza, quais os benefícios e as boas sugestões a serem dadas", diz.

Negócios