ING revisa projeção e espera paridade entre euro e dólar

By | 27/01/2015

São Paulo. Analistas do banco ING revisaram para baixo a projeção para a cotação do euro em relação ao dólar e agora esperam que haja paridade entre as duas moedas até o fim deste ano. Anteriormente a estimativa era de que isso aconteceria apenas no quarto trimestre de 2016.

"Nós consideramos o recente colapso do euro ante o dólar como totalmente justificado, com o euro se ajustando discretamente em consequência do relaxamento quantitativo do Banco Central Europeu (BCE) maior que o esperado", afirmaram os analistas em relatório divulgado aos clientes.

Juros do Fed

No entanto, embora o chamado QE do BCE esteja sendo refletido no valor do euro, os analistas observaram que ainda não foi embutida na cotação a expectativa de elevação dos juros pelo Federal Reserve nos EUA, o Fed. "Nós acreditamos que o mercado continua subestimando o momento da primeira elevação dos juros pelo Fed, bem como o ritmo potencialmente mais agressivo de aperto monetário", afirmaram os analistas.

Segundo os analistas do ING, o Fed deve começar o ciclo de aperto em meados deste ano, o que alimentará ainda mais o declínio do euro em um momento em que os juros na zona do euro ainda estarão baixos.

Subavaliação

Os analistas comentaram também que o euro a US$ 1,00 ou US$ 0,90 – que é a previsão deles para o valor da moeda no fim de 2016 – estará extremamente subavaliado. "Mas, no mundo do câmbio, desalinhamentos ocorrem e tendem a persistir. Nós esperamos que esse seja o caso do euro nos próximos trimestres ou anos", finalizaram.

Negócios