Homens divulgam fotos de mamilos em protesto contra topless em jornal

By | 23/01/2015
Usuário ironiza página do jornal britânico (Foto: Reprodução/Twitter/@LittleJimArnold)

Após interromper a tradição de publicar fotos de modelos de topless em sua terceira página, o jornal britânico "The Sun" voltou atrás nesta quinta-feira (22/01). A versão impressa da publicação trouxe uma jovem de 22 anos com os seios de fora. Para protestar contra a seção polêmica, alguns homens estão postando imagens dos próprios mamilos no Twitter.

A campanha foi ideia do comediante britânico Richard Herring, que incentivou seus seguidores a "atolarem a timeline [do 'The Sun'] com mamilos". "Só demora um segundo para tirar sua foto. O dano psicológico que causaria no The Sun pode durar uma vida toda", escreveu.

Os usuários não só atenderam ao pedido, como foram além: teve gente que fez desenhos ao redor da região e postou fotos de líderes mundiais sem camisa.

Há menos de uma semana, o tabloide havia parado de publicar a seção, criada em 1970, acusada de ser sexista. No entanto, em seu mais recente número, a foto de uma loira identificada como Nicole veio acompanhada de um texto com "esclarecimentos e correções". O jornal pediu desculpas pelos últimos dias sem imagens e justificou: "sofremos um lapso mamário".

Vladimir Putin, presidente da Rússia (Foto: Reprodução/Twitter/@‏Socialistdawn)
"Segunda tentativa, desta vez com filtro sexy" (Foto: Reprodução/Twitter)
"Espero que o 'Sun' goste do meu mamilo, desenhei uma carinha para ter mais apelo" (Foto: Reprodução/Twitter)
"Delicioso Dave, 48, de Londres, ama gatinhos, cachorrinhos e brutalizar os mais vulneráveis da sociedade" (Foto: Reprodução/Twitter)

Revista Época Negócios