Governo federal decide não prorrogar horário de verão

By | 12/02/2015
O governo decidiu não prorrogar o horário de verão. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (11), após reunião entre o ministro Eduardo Braga (Minas e Energia) e a presidente Dilma Rousseff. "Chegamos a conclusão, após avaliação bastante técnica, de que não devemos prorrogar. Portanto, no próximo dia 22 encerra-se o horário de verão", disse Braga.
 
O motivo para manter o horário de verão em seu formato original, segundo ele, está nos limitados ganhos que essa medida traria. "Do ponto de vista da energia, parte do Brasil ficaria pela parte da manhã às escuras. Então teríamos mais consumo na parte da manhã", explicou. 
 
Já na parte da tarde, de acordo com o ministro, poderia haver um ganho caso o horário de consumo mais intenso ainda fosse no fim da tarde, a partir das 18h, o que não vem ocorrendo. O forte calor acabou por trazer esse "horário de ponta" para o início da tarde, a partir das 14h, quando há um uso intenso de aparelhos de refrigeração. "Outra questão é na aviação civil. Teríamos de fazer alguns ajustes e chegamos a conclusão que não teria ganhos ao cabo de todo o esforço", concluiu Braga.
 
Sob análise
 
Na última segunda-feira (9), Braga defendeu que o governo está "analisando a questão energética permanentemente". Ele afirmou ainda que o governo prorrogar o horário de verão por mais um mês na tentativa de economizar energia em um momento que o setor enfrenta dificuldades.

Ultima Hora