Governo do Estado diz repudiar decisão da Petrobras

By | 29/01/2015

Mais de 15 horas após a Petrobras divulgar o balanço em que afirmava descartar os projetos das refinarias Premium II, no Ceará, e Premium I, no Maranhão, o Governo do Estado se pronunciou oficialmente. Em nota divulgada pela assessoria de comunicação, a administração estadual disse "repudiar totalmente" a decisão da estatal. Conforme a assessoria, o governador Camilo Santana solicitou uma audiência com a presidente Dilma Rousseff. Confira a nota divulgada pelo governo, na íntegra: 

"O Governo do Estado repudia totalmente a decisão da Petrobras de suspender os investimentos da refinaria Premium II, um sonho do povo cearense e importante vetor de desenvolvimento local e regional. Essa atitude representa uma quebra unilateral do compromisso firmado com o estado e configura um desrespeito da empresa com o povo cearense. O governador Camilo Santana recebeu a notícia com surpresa e indignação, cobrou explicações da Petrobras, conversou com o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Aloizio Mercadante, e solicitou uma audiência com a presidenta Dilma Rousseff. Uma vez que o Ceará cumpriu todos requisitos para a implantação da refinaria, o Governo afirma que continuará lutando e empreendendo todos os esforços para viabilizar este importante projeto."

Negócios