Fraudes chegaram a 2 mi em 2014

By | 23/01/2015

São Paulo. No ano passado, foram registradas 2.039.588 tentativas de fraude conhecida como roubo de identidade em todo País. Isso significa que há uma tentativa de falsificação ideológica a cada 15,5 segundos no Brasil, segundo o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes – Consumidor.

O resultado representou queda de 7,5% em comparação a 2013, ano em que foram registradas 2.204.158 tentativas (uma a cada 14,5 segundos). De acordo com economistas da Serasa Experian, a estagnação da economia e a menor disposição do consumidor em ampliar seus gastos e compromissos financeiros durante o ano passado reduziram a ida das pessoas ao mercado, diminuindo o universo potencial aos fraudadores para aplicar seus golpes.

O segmento de Telefonia respondeu pelo maior número de tentativas de fraude em 2014, com 773.340, 37,9% do total registrado no ano. Este número representou queda de 18,7% em relação o volume registrado pelo setor em 2013.

Serviços

Já o setor de serviços, que inclui construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral, teve 648.509 registros, equivalente a 31,8% do total. Em relação a 2013, houve queda de 1,4%.

O setor bancário foi o terceiro do ranking, com 420.303 tentativas, 20,6% do volume registrado no ano. O setor observou alta de 5,2% em relação aos registros de 2013. Já o segmento varejo registrou 159.957 tentativas de fraude contra o consumidor, correspondendo a 7,8%.

O número de tentativas de fraude do setor apresenta uma ligeira queda de 0,5% em relação a 2013. Outros segmentos totalizaram, no ano passado, 2.847 tentativas, 1,8% do total.

Negócios