Explosão mata ao menos 2 pessoas

By | 30/01/2015

Cidade do México. Uma grande explosão num hospital e maternidade de Cuajimalpa, um subúrbio a sudoeste da Cidade do México, deixou ao menos dois mortos e 66 feridos.

Num primeiro momento, o chefe de governo de Cuajimalpa, uma das 16 áreas em que se divide a capital mexicana, e um funcionário da prefeitura haviam dito que o total de mortos seria de sete, mas o número foi corrigido pouco tempo depois.

"Neste momento, temos unicamente duas mortes, uma criança e uma mulher", informou o prefeito da Cidade do México, Miguel Ángel Mancera, em uma entrevista à imprensa.

Segundo ele, 22 dos 66 feridos estão em condições graves de saúde. "Uma das pessoas que inicialmente foi dada como morta está em estado grave em um hospital", declarou.

O prefeito informou também que a maioria dos outros 44 feridos no incidente poderiam receber alta ainda ontem.

A explosão aconteceu às 7h no horário local (11h em Brasília), no momento em que um caminhão carregado de gás fazia o abastecimento do hospital. O acidente provavelmente aconteceu quando uma das mangueiras do caminhão estourou, resultando num vazamento de gás que causou a explosão.

As três pessoas que operavam o caminhão no momento do abastecimento – duas das quais se feriram com a explosão- foram detidas pelas autoridades para serem investigadas. A explosão atingiu praticamente 75% do prédio do hospital.

"O hospital está completamente destruído", disse Adrián Rubalcava, chefe do governo de Cuajimalpa, em visita ao local. Segundo ele, uma das áreas mais afetadas do hospital é a dos berçários. Durante horas, as equipes de resgate buscaram por feridos entre os escombros.

Comparação

"Lembra o terremoto de há poucos anos", declarou Adrián Rubalcava em referência ao tremor de 8,1 de magnitude de 1985 que destruiu parte da Cidade do México.

Ao lado do hospital de Cuajimpalpa, inaugurado em 1993, há escolas, uma primária e um jardim de infância, que permaneceram fechadas ontem.

"Precisamos realizar, por razões de segurança, a evacuação do prédio, porque muitas das pessoas são bebês da maternidade", indicou o prefeito.

No México ocorreram recentemente outros incidentes envolvendo o vazamento de gás e explosão que deixaram várias vítimas. Em maio de 2013, 25 pessoas morreram em um acidente envolvendo um caminhão-tanque em uma estrada em Ecatepec. Em fevereiro de 2013, uma explosão na Cidade do México deixou 37 mortos.

Internacional