EUA liberam importações de alguns produtos de Cuba

By | 13/02/2015

O governo do presidente americano Barack Obama divulgou que vai permitir que produtos do pequeno setor privado cubano sejam vendidos para os Estados Unidos, uma medida considerada importante na flexibilização do embargo comercial de meio-século na ilha comunista.
Uma lista publicada pelo Departamento de Estado americano nesta sexta-feira afirma que é permitido aos cidadãos norte-americanos importar qualquer bem produzido por empreendedores cubanos, com exceção de produtos alimentícios e de agricultura, álcool, minerais, químicos, texteis, maquinaria, veículos, armas e munição.

Os produtos devem ser produzidos por empresas privadas, que são permitidas pelo governo em algumas áreas. Na maioria dos casos, são empresas prestadoras de serviços como manutenção de carros ou relógios, não artigos com potencial de exportação. Além disso, a maioria dos produtos cubanos são produzidos e controlados por empresas estatais e não há indícios de que o governo está disposto a permitir que negócios privados lidem diretamente com empresas estrangeiras.

De acordo com Pedro Freyre, advogado da Akerman LLP, na Flórida, ninguém deve esperar ver uma enorme quantidade de produtos cubanos circulando pelos Estados Unidos. Entretanto, a ideia de exportar produtos cubanos para um grandioso mercado consumidor a 145 quilômetros de distância pode servir de inspiração para as empresas desenvolverem produtos para exportação, disse.

Revista Época Negócios