Equipes de resgate recuperam mais corpos de voo da AirAsia

By | 24/01/2015

As equipes de resgate na Indonésia recuperaram até agora os corpos de 69 das 162 pessoas que viajavam a bordo do avião da companhia aérea AirAsia que caiu no mar de Java em 28 de dezembro, informaram fontes oficiais.

Os analistas acreditam que grande parte dos corpos restantes se encontram presos na fuselagem do Airbus 320-200. No entanto, as tentativas realizadas neste sábado (24) para levar à superfície este fragmento da aeronave foram um fracasso, segundo o jornal local "Jakarta Post".

Fontes da Agência Nacional de Busca e Resgate (Basarnas) da Indonésia indicaram que voltarão a tentar com mais balões de ar.

Segundo os meios de comunicação indonésios, a cabine do avião, onde acredita-se que se encontram o piloto e o copiloto, estaria a cerca de 500 metros da fuselagem, a uma profundidade de 30 metros no mar de Java.

As autoridades indonésias devem apresentar na quarta (28) o relatório preliminar do estudo das duas caixas-pretas do aparelho.

Queda

O voo QZ8501 decolou da cidade de Surabaia às 5h20 locais do dia 28 de dezembro de 2014 e deveria chegar a Cingapura duas horas depois, mas caiu no mar de Java após 40 minutos de voo.

O piloto chamou a torre de controle na Indonésia quando sobrevoava o mar de Java pelo sul de Bornéu e solicitou permissão para virar à esquerda e subir desde 32 mil pés de altitude até os 38 mil para fugir de uma tempestade.

A permissão foi negada, já que havia outra aeronave nas coordenadas pedidas pelo piloto.

Entretanto, a torre autorizou que o voo subisse para os 34 mil pés instantes depois, mas não conseguiu mais contato com a aeronave.

O Airbus 320-200 transportava três sul-coreanos, um britânico, um francês, um malasiano, um cidadão de Cingapura e 155 indonésios, entre passageiros e uma tripulação de sete pessoas.

Ultima Hora