Egídio Serpa

By | 21/01/2015

Seca: São Francisco é vital

Diante do cenário ruim desenhado pela Funceme para a estação de chuvas deste e do próximo ano, as lideranças da indústria e da agropecuária tratarão com o governo do Ceará sobre providências que evitem o colapso do setor produtivo. As chuvas deste 2015 serão insuficientes para a recarga dos açudes – principalmente dos três grandes – Orós, Banabuiú e Castanhão. A legislação hierarquiza o uso da água. O abastecimento humano em primeiro lugar; em seguida, o dos animais; depois, o uso econômico. A oferta de água se reduziu – aqui e na metade do País – pela ação da natureza, que reage contra ação atrópica de que é exemplo acabado e perfeito o desmatamento das margens dos rios, das serras e selvas brasileiras. A hora é de agir. O Projeto São Francisco é vital.

Fiec

Bessa Júnior, que produz, beneficia e comercializa tilápia, é, desde ontem, presidente do Conselho Temático do Agronegócio da Fiec. Foi indicado por Beto Studart.

Irrigação

Betinho Rosado Segundo, eleito deputado federal pelo PP, do Rio Grande do Norte, será o secretário Nacional de Irrigação do Ministério da Integração Nacional, que é comandado pelo seu partido. Essa secretaria precisa de ser revitalizada. Como está hoje, produzirá quase nada.

Melão

Luiz Roberto Barcelos, sócio e diretor de produção da Agrícola Famosa, maior produtora e exportadora de melões do País, com fazenda de produção em Icapuí, revela: em volume, suas exportações subiram 5%; em valor, o aumento foi de 18%.

Limoeiro dá passo à frente

Uma das promessas de campanha do governador Camilo Santana foi a de incentivar a criação de Distritos Industriais em municípios do interior do Ceará. Ciente disso, Paulo Duarte, prefeito municipal de Limoeiro do Norte, que há dois anos desapropriara um terreno de 90 hectares para esse fim à margem da BR-116, entregou ontem, à presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa, correspondência e documentos em que pede contrapartida do Governo do Estado para a instalação do seu Distrito Industrial, em cuja área já opera a SK Bombas e está em fase de instalação a Super Bike, que montará bicicletas e motos. Nicolle gostou.

Saudade

Eis, na foto ao lado, feita no dia 14 de maio de 2009, o vertedouro do açude Banabuiú, que, neste janeiro de 2015, está com apenas 10% de sua capacidade de 1,5 bilhão de m³ de água. Por sua válvula dispersora saíam havia dois meses 7,5 m³/s; hoje, saem apenas 4 m³ . Se não chover, ele secará logo.

Bom

Com água

José Maria Pimenta, que deixou a presidência da Ematerce, onde passou quase oito anos, aguarda nova missão. Por enquanto, diz que os "açudes inteligentes" que construiu continuam cheios.

Ruim

Rindo de que?

Gerou perplexidade nos leitores a postura do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, ao anunciar, sorrindo, o novo pacote de aumento de impostos e alterações fiscais.

Livre mercado

Adverte a Associação Cearense de Avicultura: o ovo tem validade de 21 dias, de acordo com o que determina a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anviosa). "Por este motivo, a agilidade do produtor em levar o alimento ao consumidor final faz toda a diferença", explica o presidente da Aceav, João Jorge Reis. Mas ele mesmo revela que os avicultores cearenses têm um sistema próprio de logística, que garante a entrega em no máximo dois dias, após a produção. Ele aconselha que os ovos devem ser deixados em local refrigerado e guarda-los com a ponta para baixo para manter integra a gema.

Negócios