Vendas de “vestido que muda de cor” quadruplicam com polêmica na web

By | 27/02/2015

Da cor de dinheiro. É assim que a Roman Originals, uma marca de roupas britânica, vê a cor do vestido mais comentado desta sexta-feira (28) -os internautas se questionam se ele é azul e preto ou branco e dourado, e cada um tem uma resposta. Enquanto isso, a companhia fatura.

A Roman é a fabricante do vestido de renda que gerou a controvérsia: em uma foto postada originalmente no Tumblr, a roupa parece "mudar de cor", de acordo com a pessoa que vê. Depois que a jovem escocesa Caitlin McNeill, 21, publicou a imagem questionando qual era, de fato, a pigmentação do vestido, a internet se pôs a debater qual era a opção correta.

No Twitter, os comentários sobre o caso "the dress" geraram mais de 11 milhões de comentários entre 19h desta quinta-feira (27) e 13h de hoje. No pico, por volta das 22h30 do horário de Brasília de ontem, havia 5.700 tuítes por minuto indicando que a resposta era "azul" e 5.600 argumentando pelo "branco".

Michelle Bastok, estilista da marca, contou que os funcionários perceberam que a rede havia ficado "louca" sobre o assunto bem cedo na manhã de hoje, por volta das 5h na Inglaterra, quando as pessoas passaram a comentar o assunto no Facebook da companhia, que tem 200 pontos de venda no Reino Unido. Os funcionários foram chamados para uma força tarefa para dar conta da demanda.

"Tivemos de aumentar o estoque, alocar mais modelos para as lojas, informar os vendedores. Foi fantástico", conta.

Até por volta das 15h de hoje, as vendas do modelo azul, que é a resposta correta, haviam crescido 347% em relação a ontem, ou seja, mais do que quadruplicaram, sendo quase cem peças apenas para o Brasil.

Bastok não revela números absolutos, mas, de acordo com a companhia, o vestido representou 60% de tudo o que as lojas comercializaram hoje. O índice é significativo já que a web, onde a polêmica se disseminou, representa apenas 10% dos negócios da varejista.

A estilista conta que o vestido, que custa 50 libras (R$ 220), começou a ser vendido há cerca de duas semanas, como parte da nova coleção e que os estoques ainda não acabaram. "A procura está muito pesada. Não sabemos até quando os estoques vão durar", diz. Mas, segundo ela, não há a intenção de fazer uma nova fornada, devido à dificuldade de fabricação. "Quando acabar, acabou."

Entretanto, para quem preferiu ver a roupa em dourado e branco, a Roman está estudando lançar uma versão nessas cores.

O caso

A história começou quando McNeill postou a foto, tirada no casamento de uma amiga -o vestido era da mãe da noiva e, quando ela mandou a imagem para a filha, ela e o futuro marido discordaram a respeito de qual era a cor da roupa.

A noiva publicou a foto no Facebook, gerando também controvérsia, e McNeill a replicou no Tumblr. Sites como o BuzzFeed publicaram a dúvida, que se tornou viral.

A razão para tanta discordância tem a ver com a maneira como nosso cérebro percebe um elemento em relação ao contexto em que está inserido, explicam cientistas ouvidos pela revista "Wired".

Segundo eles, nossos olhos são capazes de ver uma cor mais escura quando inserida num contexto de luminosidade mais baixa, ou uma cor mais clara quando a luminosidade é mais alta.

Internacional