Venda de veículos apresenta queda de 31,4%, mostra Anfavea

By | 06/02/2015
Patio de veículos fábrica de carros automóveis (Foto: Getty Images)

A venda de veículos caiu 31,4% em janeiro deste ano na comparação com dezembro de 2014, mostra levantamento da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), divulgado nesta quinta-feira (5/02). Foram comercializadas 253,8 mil unidades diante das 370 mil do último mês do ano passado. Em relação a janeiro de 2014, a queda é menor: houve recuo de 18,8%.

O resultado reflete a alta do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), cuja redução foi revertida. O desconto no imposto foi adotado em maio de 2012 para manter a economia aquecida em um cenário de crise econômica internacional.

Os dados mostram ainda que houve pequeno avanço de 0,4% na produção de veículos em relação a dezembro. Em números absolutos, foram produzidos 204 mil carros no fim do ano passado e 204,8 mil neste ano. Na comparação com janeiro do ano passado, houve redução de 13,7% na produção. Nos últimos 12 meses, a produção acumula queda de 14,9%.

Emprego
A indústria automobilística eliminou 404 vagas em janeiro, segundo a Anfavea. Após as recentes demissões, o setor encerrou o primeiro mês do ano com 144.104 empregados, queda de 0,3% na comparação com dezembro e recuo de 8,1% ante janeiro de 2014.

Estoque
O estoque total de veículos nas fábricas e nas concessionárias caiu de 351 mil unidades para 318,5 mil unidades na passagem de dezembro para janeiro. O volume, segundo a entidade, é suficiente para 38 dias de vendas. Em dezembro, o total de veículos estocados era equivalente a 41 dias. A entidade pondera que o equivalente em dias de vendas leva em conta os dados de comercialização de janeiro de 2015.

A redução se deu nas concessionárias, que passaram de 297,5 mil para 256,2 mil unidades estocadas de dezembro para janeiro, como consequência principal da antecipação de compras por parte dos consumidores para aproveitar a redução do IPI, que voltou à alíquota normal no começo do ano. Com isso, o estoque passou a ser equivalente a 30 dias de vendas, ante 35 em dezembro. Já nas fábricas, o estoque aumentou de 53,5 mil para 62,3 mil unidades no período, o equivalente a 7 dias de comercialização.

Flex
De acordo com a Anfavea, a fatia de automóveis e veículos comerciais leves biocombustíveis (flex) ficou em 88,8% em janeiro, patamar abaixo do verificado em dezembro (89%). Ao todo, os veículos flex somaram 217.010 unidades no primeiro mês do ano. Em janeiro de 2014, a participação das vendas dos veículos flex era de 88,5%.

BMW
A Anfavea anunciou também a filiação da BMW à entidade. Segundo o presidente da associação, Luiz Moan, a montadora alemã será a 31ª empresa filiada à Anfavea.

 

Revista Época Negócios