Tiroteio nos arredores do Terminal do Antônio Bezerra

By | 08/03/2015

Atualizada às 19 horas

No terceiro Clássico-Rei do ano, a violência já começa a tomar conta da cidade. Uma ocorrência foi registrada pelo Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS) nos arredores do terminal do Antônio Bezerra, às 16h56. Após ouvirem disparos de armas de fogo, alguns moradores solicitaram uma viatura da Ronda do Quarteirão.

A denúncia foi feita pelos leitores do Diário do Nordeste, por meio da ferramente VC Repórter (85 89488712). Os usuários também relatam tiroteio nas proximidades da Avenida Mister Hull.

A CIOPS ainda não confirmou se os tiros efetuados nas proximidades Terminal do Antônio Bezerra e proximidades foram trocados entre torcidas organizadas ou se haviam policiais envolvidos. Pedras também foram arremessadas no local. Até agora, não há registros de feridos.

O Comandante do Raio, Major Márcio, afirmou que o caso do Antônio Bezerra foi, até o início do jogo, o mais significativo do dia. "Nós estamos escoltando um ônibus só com presos dessa ocorrência. Torcedores rivais já se encontravam dentro dos ônibus e desceram com o intuito de se degladiarem. As viaturas, obviamente, foram apoiadas por outras viaturas e debelaram as situações e efetuaram as prisões devidas", disse.

Outras ocorrências

> 166 pessoas foram detidas fora do estádio

> Torcedores do Fortaleza são apreendidos com granada e rojão

No balanço inicial das ocorrências registradas até o começo do jogo, o Major Márcio afirmou que aproximadamente 80 pessoas haviam sido apreendidas.
 
Além disso, um ônibus foi depredado na Avenida Silas Munguba e vários materias foram apreendidos e encaminhados à delegacia, tais como rojões e bombas caseiras.

Mais cedo, no Terminal da Lagoa, as torcidas também entraram em conflito, jogando paus e pedras, mas a manifestação foi contida pela polícia.

Na Parangaba, policiais estão orientando os moradores a não sair de casa.

Ultima Hora