Telebras nega notícia sobre fusão com Dataprev e Serpro

By | 12/01/2016
A Telebras informou hoje que nunca participou de nenhuma iniciativa de fusão com o Serpro e a Dataprev, como noticiado nos últimos dias pela imprensa. “E nem tem em seu planejamento tal perspectiva”, diz a nota da empresa.
 
Ontem (11) as ações preferenciais da Telebras na Bovespa subiram 239,29%, após a publicação de uma notícia no jornal Folha de S.Paulo informando que o governo federal estuda a fusão entre as três empresas para criar uma única empresa estatal de tecnologia da informação e comunicação.
 
Segundo a Telebras, buscar a formação de parcerias com várias empresas, incluindo estatais, visando à otimização de seus recursos, a melhoria de seus resultados e ao fortalecimento de suas ações comerciais e operacionais é parte de suas atividades como empresa estatal que disputa com a iniciativa privada, mas que tem por objetivo atender a programas de governo de interesse público.
 
“Com tal objetivo, não vê impedimento a que a Telebras venha a celebrar parcerias com qualquer empresa estatal, desde que atenda aos interesses institucionais da empresa”, diz a Telebras.
 
Ontem, a assessoria de imprensa do Serpro não confirmou a notícia da fusão. Segundo o órgão, responsável por desenvolver programas como o ReceitaNet e o eSocial, o Serpro tem se reunido com a Telebras e a Dataprev para discutir integração e otimização dos serviços do governo, mas não foi procurado por nenhum órgão governamental para tratar de fusão.
 
Dataprev é a estatal responsável pelo processamento de dados da Previdência Social. A Telebras foi reativada em 2010, com o objetivo de prover a infraestutura para o Programa Nacional de Banda Larga.

Negócios