TCE afirma que gastos exagerados podem estar relacionados ao fim da Premium II

By | 07/02/2015

A equipe técnica do Tribunal de Contas do Ceará (TCE-CE) realizou durante esta semana reuniões na Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria da Infraestrutura com o intuito de conhecer os compromissos assumidos pelo Estado com a Petrobras, sob o aspecto legal, para a implantação da refinaria. 

Durante a auditoria, os técnicos identificaram dispêndios, gastos exagerados com projetos, gerenciamento e obras de infraestrutura na área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (reforço da ponte 2 e quebra mar), que podem estar relacionados ao fim do Projeto da Refinaria Premium II, em especial no que se refere aos gastos realizados com recursos do tesouro estadual.

Também foram identificados excesso de despesas, nas desapropriações, nas linhas de transmissão de energia, no Centro de Treinamento do Trabalhador, na doação de terreno, na implantação da Reserva Indígena Taba dos Anacés,  Trecho II do Desvio da CE-085 (entre a Ponte do Rio Cauipe e a área destinada a Refinaria), custos de viagens e custos de licenciamento.

Negócios