Taxa de desemprego na RMF sobe para 7,1%

By | 25/02/2015

As informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego da região metropolitana de Fortaleza (PED-RMF) mostram que a taxa de desemprego total cresceu ligeiramente na região, ao passar de 6,9%, em dezembro do ano passado, para os atuais 7,1% da força de trabalho.

O tempo médio de procura por trabalho despendido pelos desempregados diminuiu de 24 para 4. Já o nível de ocupação diminuiu 1,8% em janeiro, em comportamento típico para o período,  tendo em vista a saída de trabalhadores temporários do mercado.

O total de assalariados apresentou uma redução de – 1,5%, que foi decorrente da diminuição da oferta de postos de trabalho principalmente na iniciativa privada (- 1,7%), já que o setor público pouco variou (- 0,7%). No segmento privado, essa redução ocorreu entre os assalariados com carteira assinada (- 2,1%), uma vez que não variou a estimativa de assalariados sem carteira. Os contigentes de trabalhadores autônomos (- 1,8%), empregados domésticos (- 4,4%) e dos classificados nas demais posições (- 2,2%) também foram reduzidos.

Entre novembro e dezembro de 2014, o rendimento médio real dos ocupados (0,3%)  e dos assalariados (- 0,1%) permaneceu praticamente estável. Os valores passaram a equivaler R$ 1.164 e R$ 1.178, respectivamente. Já o rendimento médio real do trabalhador autônomo cresceu 1,3%, passando a corresponder R$ 996.

Negócios