Seu Real – Anchieta Dantas Jr.

By | 20/02/2015

Acerte as contas pós-folia

Depois que acaba a euforia do Carnaval, é hora de calcular os excessos financeiros que podem ter acontecido durante os dias de festa. Compras, viagens, passeios, drinques, entre outros gastos que garantiram a animação, se não foram bem planejados, ou acabaram mal administrados, certamente resultam, agora, em um problema. É nesta hora que vem a preocupação de como arcar com as contas que ficaram. Se você se preparou, pode começar a se organizar para pagar as dívidas e programar as próximas despesas do mês. Por outro lado, se começou o ano endividado, e mesmo assim resolveu gastar mais, é preciso se preocupar desde já com as despesas fixas e listar todas as contas, porventura, atrasadas. Para ajudar nesta tarefa, veja as dicas que trouxemos!

Anote aí

Saiba a sua real situação

O ideal é colocar as contas no papel. Pense em todos os gastos que teve durante o feriado, desde os pequenos até os mais elevados, como hospedagem, transporte, passeios e alimentação. Se tiver contas atrasadas adicione-as.

Mude seu comportamento

Quem possui muitas dívidas precisa readequar seus hábitos de consumo daqui para frente, cortando gastos desnecessários: compras por impulso, refeições fora de casa ou festas todos os fins de semana, entre outros, a fim de sobrar dinheiro para pagar o que deve.

Fique longe dos vilões dos gastos

Para não acrescentar ainda mais despesas às que já tem, retire o talão de cheques e o cartão de crédito da carteira e deixe-os em casa até livrar-se de todos os débitos.

Cartão

Em relação ao cartão de crédito, é aconselhável que as faturas sejam pagas em seu valor total. Evite pagar o mínimo e entrar no crédito rotativo – financiamento do saldo devedor acrescido de juros. Uma alternativa é recorrer a linhas de crédito mais baratas para quitar o que deve. Um exemplo é o consignado, que é descontado direto da folha de pagamento e tem juros mais baixos.

Aprenda a poupar

Quando as contas estiverem reorganizadas e as dívidas não forem mais um problema, fica mais fácil identificar formas de trabalhar com o orçamento, o que possibilita economizar e manter uma situação financeira sempre saudável. É recomendável listar metas a serem alcançadas e ter em mente que esses projetos, inclusive curtir um feriado como o Carnaval, pedem um planejamento de poupança.

Economia clara

Você sabe o que significa consignação? E não estou me referindo a empréstimos

O termo, bastante comum em práticas comerciais, diz respeito a um tipo de procedimento de venda pelo qual um fornecedor de mercadorias as entrega a um comerciante, ficando este obrigado a prestar contas apenas da parte que efetivamente vender no prazo previamente combinado. O que sobrar é devolvido sem ônus para o revendedor. Seria como um "estoque à disposição", mas que ainda não foi comprado pelo consumidor. Também, em termos jurídicos, pode-se dizer que o ato de consignar é depositar dinheiro ou um objeto qualquer em mãos de um terceiro, para que este faça a entrega a quem de direito, ou para qualquer outro fim.

Descomplique

Tenho uma planilha de orçamento mensal e gostaria de saber com que frequência devo atualizá-la.

João – Fortaleza

Para começar, não é porque uma planilha de orçamento é mensal, que se deve olhar para ela somente a cada trinta dias. Muito pelo contrário. Você realiza gastos todos os dias e estes precisam ser computados, o que confere um caráter dinâmico a qualquer planilha. Dessa forma, é importante atualizá-la sempre. Se possível diariamente. Assim, você toma ciência de seus gastos, pode analisar hábitos e rever sua estratégia sempre que necessário. Relacione cada nova despesa, monitore extratos bancários, a fatura do seu cartão de crédito, as contas a pagar e liste tudo. Inclua eventuais cheques pré-datados e ainda compras de pequeno valor.

Negócios