Polícia da Colômbia apreende 3 toneladas de cocaína rumo ao México

By | 18/02/2015

A polícia da Colômbia confiscou três toneladas de cocaína escondidas em sacos de fertilizantes destinados ao México, a maior apreensão de droga do país andino em 11 meses, informou o chefe da unidade antinarcóticos nesta quarta-feira (18).

Avaliadas em cerca de 90 milhões de dólares, as drogas iriam para Veracruz e foram descobertas no terminal portuário de Cartagena, destino turístico popular na costa caribenha da Colômbia, disse o general Ricardo Alberto Restrepo.

As autoridades não anunciaram de imediato quaisquer detenções relacionadas à apreensão na terça-feira, nem detalharam qual organização criminosa estava exportando as drogas.

A Colômbia é uma grande produtora de cocaína e gera cerca de 300 toneladas da droga anualmente, segundo o Escritório das Nações Unidas para as Drogas e o Crime. As autoridades confiscaram aproximadamente 166 toneladas da droga em 2014.

A apreensão foi a maior desde que a polícia encontrou sete toneladas do entorpecente em abril do ano passado, também no terminal portuário de Cartagena.

Rebeldes marxistas, gangues compostas por ex-paramilitares e pequenos cartéis, dominam a maior parte do comércio de narcóticos da Colômbia. A cocaína e outras drogas são algumas das principais fontes de financiamento dos grupos envolvidos na guerra civil de 50 anos do país, que já matou mais de 200 mil pessoas.

O governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) chegaram a um acordo parcial para acabar com o comércio ilegal de drogas nas negociações de paz que ocorrem em Cuba há dois anos.

Internacional