Papa envia condolências a países afetados

By | 29/06/2015

Cidade do Vaticano. O papa enviou suas condolências a França, Tunísia e Kuwait após os atentados de sexta-feira e condenou "mais uma vez a violência" e "pediu a Deus que conceda o dom da paz" – informou ontem o Vaticano.

Francisco expressou em uma mensagem dirigida à França "sua profunda empatia às pessoas afetadas e a suas famílias, pedindo ao senhor que lhes console nesta provação". No comunicado, o pontífice manifestou-se contra ataques, que deixaram um morto na França, 26 vítimas no Kuwait e 38 na Tunísia.

O papa "condena novamente a violência que gera tanto sofrimento e pede ao Senhor o dom da paz, invocando a bênção divina para as famílias das vítimas", informou o Vaticano.

Em outro comunicado separado, destinado ao povo tunisiano, ele afirmou estar com suas orações "junto às famílias em luto" e em uma carta aos kuwaitianos, expressou que o povo não deve perder a força frente ao diabo.

O suspeito do ataque terrorista na França e de ter decapitado seu chefe. Yassine Salhi, 35, detido na sexta no local do ataque – uma usina de gás industrial perto de Lyon- começou a falar com investigadores sábado.

Internacional