O jeito mais eficiente de pedir um aumento

By | 24/02/2015
Cenas do seriado Mad Men (Foto: Divulgação)

O funcionário chega na sala do chefe dizendo que tem dois assuntos para discutir. E começa, com voz firme:

– Em primeiro lugar, eu acho que a gente tem de abrir um novo departamento de televisão. E acho que sou a pessoa que deve ser encarregada de cuidar dele.

– Um novo departamento? – diz o chefe – Muito bem, tem minha aprovação. Está criado.

– Em segundo lugar, acho que mereço um aumento.

– E eu acho que você já recebeu uma recompensa de bom tamanho. Não sejamos gananciosos.

A cena acima, extraída do seriado Mad Men, mostra um padrão de comportamento que se repete escritórios mundo afora: o chefe pode criar um departamento num estalar de dedos, mas vai torcer o nariz quando o assunto for aumentar o seu salário. Esteja preparado para rebater com argumentos. “Para cada não, retruque com um sim. Se no fim da conversa o chefe tiver dado seis ‘não’, você terá de ter respondido sete ‘sim’”, diz Joel Garfinkle, autor do livro Get what you are worth (“Ganhe o que você vale”).

A melhor maneira é apresentar argumentos e fatos concretos, lembrar seus últimos feitos, os problemas que resolveu, mostrando por que merece a promoção. Vale, inclusive, falar sobre os elogios recebidos de outras pessoas.

Tal qual a cena do seriado Mad Men, uma maneira eficiente de começar a tal conversa é mostrar seu entusiasmo por crescer no trabalho – pedindo, por exemplo, mais responsabilidades. Se você for realmente bom e seu aumento valer a pena, o chefe não só o dará como terá consciência de que fez um bom negócio. Mas nada de pedir aumento na sexta nem na segunda-feira. “Na segunda, o chefe está estressado demais”, diz Garfinkle. “Na sexta, relaxado demais, a ponto de talvez não prestar atenção.”

Revista Época Negócios