Nos EUA, jovem é preso após matar e enviar ‘selfie’ com o corpo no Snapchat

By | 10/02/2015

Um adolescente americano da Pensilvânia foi detido após matar um colega de classe, tirar uma "selfie" com o corpo e enviá-la pelo Snapchat para outro amigo.

O remetente conseguiu fazer uma captura de tela antes que a foto desaparecesse do aplicativo de mensagens efêmeras, e enviou-a para a polícia.

Maxwell Marion Morton, de 16 anos, está sendo acusado de assassinato em primeiro grau, homicídio e posse de arma de fogo, em conexão com a morte de Ryan Mangan, da mesma idade.

O motivo do crime não foi esclarecido.

O corpo de Mangan foi encontrado em casa por sua mãe na quarta-feira da semana passada (4) com um tiro na cabeça, no mesmo estado em que se encontrava na foto.

Morton confessou o crime após a polícia vasculhar sua casa na sexta (6) e encontrar uma pistola 9 milímetros escondida no porão. Os investigadores encontraram cápsulas do mesmo calibre na cena do crime.

Junto à foto, o criminoso teria enviado mensagens de texto dizendo "Eu disse que iria esvaziar as cápsulas" e "Ryan não é o último", informam sites americanos.

O jovem está sendo mantido em um centro de detenção para menores, sem direito à fiança, e responderá aos crimes como um adulto.

Internacional