Moody´s corta nota da Petrobras

By | 25/02/2015

São Paulo. A agência internacional de classificação de risco Moody´s rebaixou ontem (24) a nota de crédito da Petrobras, que perdeu o grau de investimento (chancela de local seguro para se investir). A Moody´s cortou a nota de Baa3 para Ba2 – o que corresponde a perda de dois níveis na escala de notas da agência. Dessa forma, a estatal, alvo de investigações sobre corrupção, passa para o chamado grau especulativo (com alta probabilidade de calote).

Outras avaliações da companhia também foram cortadas. Segundo a Moody’s, os rebaixamentos refletem uma preocupação crescente sobre as investigações de corrupção e pressões de liquidez, que podem resultar em de atrasos na entrega de demonstrações financeiras auditadas.

Esse foi o terceiro rebaixamento da estatal em quatro meses. No final de janeiro, a Moody’s já havia rebaixado todas as notas da empresa. Em outubro, também houve corte.

A Moody’s foi a primeira das três grandes agências internacionais de risco a rebaixar a nota de crédito corporativo da empresa brasileira para grau especulativo. A estatal ainda tem grau de investimento pelas agências Fitch e Standard & Poor’s.

Negócios