Monsanto move processo para manter herbicida fora de lista de cancerígenos da Califórnia

By | 21/01/2016
Hugh Grant, CEO da Monsanto (Foto: Getty Images)

A Monsanto disse que entrou com um processo nesta quinta-feira (21/01) para evitar que o glifosato, o principal ingrediente de seu herbicida Roundup, seja adicionado à lista de cancerígenos conhecidos da Califórnia, aumentando sua defesa para o amplamente utilizado defensivo agrícola.

A empresa de sementes e produtos químicos agrícolas moveu o processo contra o Escritório de Avaliação de Perigo à Saúde Ambiental (OEHHA, na sigla em inglês) e a diretora da agência Lauren Zeise no superior tribunal da Califórnia, no condado de Fresno, de acordo com documento visto pela Reuters.

A OEHHA disse em setembro que planejava incluir o glifosato na lista, após o comitê de pesquisa sobre o câncer da Organização Mundial de Saúde (OMS) classificar o glifosato como um provável cancerígeno para humanos em março.

(Por Karl Plume)

Revista Época Negócios