Mesmo sem verba pública, a folia resiste no litoral e no interior do Estado

By | 15/02/2015

Após a fiscalização do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM-CE) sobre o uso de recursos públicos em eventos carnavalescos no Estado, realizada em janeiro deste ano, vários municípios resolveram cortar os gastos com a festa. A agitação, no entanto, resiste por iniciativa privada ou independente, conduzida pelos foliões.

Em Caucaia, a Prefeitura não promove Carnaval oficial financiado pelos cofres públicos, já que não houve o repasse de aproximadamente R$ 200 mil pelo Governo. No Município, que atrai centenas de visitantes para a Praia do Icaraí nos dias de folia, a programação está sendo custeada pela iniciativa privada. A Prefeitura, por sua vez, garante a infraestrutura, a limpeza e o atendimento de saúde.

Já a Prefeitura de Paracuru, em comunicado lançado em 24 de janeiro, seguindo as recomendações do TCM-CE  e da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), juntamente com orientação do Governador do Estado, decidiu não realizar a contratação de bandas para o carnaval.

Paredões tomam conta de Beberibe

Mesmo com o cancelamento de todas as festas oficiais em Beberibe, Cascavel e Pindoretama, os foliões do litoral leste encontraram uma solução: a utilização dos paredões na Marina do Morro Branco.

Embora as ruas das cidades estivessem vazias, era para a praia que se destinavam a maior parte dos brincantes no último sábado (14). A folia deve se repetir nos próximos dias.

Redução de gastos não inviabiliza a festa

De acordo com o TCM, os gastos registrados com o Carnaval em 2015 mostram uma redução de 72% em relação aos do ano passado, quando as prefeituras utilizaram cerca de R$ 23,5 milhões em shows e desfiles. 

Os cortes se deram a partir da avaliação das situações de dificuldades financeiras,seca, encargos e equilíbrio de contas públicas dos 184 municípios cearenses.

Ainda assim, entram para a lista dos que realizam os festejos sem usar verbas públicas, outros vinte e quatro municípios. São eles: Acopiara, Aracoiaba, Barbalha, Baturité, Caucaia, Coreaú, Crato, Eusébio, Guaramiranga, Iguatu, Itarema, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Mauriti, Massapê, Moraújo, Mulungu, Pacajus, Palmácia, Russas, São Luis do Curu, Sobral e Ubajara. 

Ultima Hora