Mesmo apresentando carteira, estudantes continuam enfrentando problemas

By | 15/06/2015

Quem tem a carteira estudantil em Fortaleza continua enfrentando uma verdadeira via-crúcis para ter seu direito de pagar a meia-passagem garantida. O estudante Cleilson Paulino é um exemplo do problema. Ele precisa pegar quatro ônibus por dia para se locomover de Messejana para outros bairros e teve que pagar a tarifa inteira para não perder aulas nesta manhã de segunda-feira (15).

Segundo ele, ao pegar o ônibus Messejana/Papicu, apresentou o documento estudantil e mesmo assim, o cobrador não aceitou, ignorando a determinação da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e o Sindiônibus de, com o bloqueio, o aluno precisa apenas mostrar a carteira e pagar a meia-tarifa. Cleilson conta que com a negativa, teve que procurar o fiscal, perdendo tempo enorme. "Nem sempre o fiscal está a postos e saí, eu e uma outra amiga, que também paga meia, pelo terminal afora", narra.

De acordo com a Etufor, desde sábado (13) foi identificado um problema técnico no software do validador que bloqueou um lote de carteirinhas em alguns veículos e nas catracas dos terminais. Os técnicos do Sindiônibus realizaram ainda no domingo (14) atualização do software nos terminais e nos veículos. A medida, explica a empresa,  evitou o bloqueio de outros documentos.

Ultima Hora