Marca GVT deixará de existir

By | 12/06/2015

O israelense Amos Genish, presidente da Telefónica Vivo, comunicou nesta semana que a GVT deixará de existir em breve. A marca foi recentemente adquirida pela espanhola Telefónica, numa transação avaliada em R$ 22 bilhões.

Em entrevista à revista Exame, Genish afirmou que agora será usado apenas a marca Vivo. "Desde que cheguei deixei claro que não sou mais da GVT. Houve até uma discussão sobre marcas nesse novo plano e algumas pessoas queriam contratar consultorias para avaliar se valia a pena manter algo da GVT. Eu falei que não precisa, não existe mais GVT, vamos usar só Vivo".

A mudança deve ocorrer em curto prazo, porém ainda não se sabe quando a marca deixará de existir. O plano inicial era num prazo de três anos, mas Genish acredita que isso possa confundir o consumidor, parecendo que existem duas marcas.

A companhia pretende, com a mudança, acelerar os investimentos em infraestrutura de forma a competir com NET em melhores condições. 

Negócios