Leilão de móveis e eletros vai até o próximo dia 15

By | 26/01/2016

Quem procura por móveis de escritório em Fortaleza, encontrará oportunidades em leilão realizado pela Sold. Estão à venda móveis com lances iniciais a partir de R$ 10,00, eletrônicos como televisores com lance a partir de R$ 250,00, mesa de reunião com lance inicial de R$ 100,00. Também são ofertados aparelhos de ar condicionado, frigobares, cadeiras, luminárias, balcões, purificadores de água, além de utensílios como: garrafas térmicas, copos e outros.

O leilão já está aberto para lances e o encerramento será dia 15 de fevereiro a partir das 11h30m. A localização dos lotes é na Aldeota. As peças podem ser conferidas e adquiridas pelo site http://www.sold.com.br/lote/lista/leilao/3242.

Caso o interessado queira fazer a visitação aos lotes, os dias disponíveis são 04, 05, 11 e 12 de fevereiro de 2016 das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00. O agendamento é feito pelo site, sendo necessário o agendamento prévio de no mínimo um dia útil.

Como participar 

Qualquer pessoa pode participar dos leilões: basta se cadastrar no site www.sold.com.br, criar um login e senha e se habilitar no leilão de interesse. A partir daí, é só acompanhar os lances no dia marcado para o encerramento.

O método usado na internet é o mesmo de qualquer leilão, isto é: quem der o maior lance leva o produto. Normalmente, o período para fazer os lances começa 15 dias antes do prazo final para o arremate. O processo da confirmação da compra até a retirada do produto é concluído em no máximo cinco dias.

O usuário que tiver dúvidas sobre as condições do produto deve conferir seu estado verificando, pessoalmente, a qualidade da mercadoria nos galpões e depósitos onde ficam armazenadas. O endereço difere a cada lote e essa informação é enviada por e-mail mediante o agendamento no site.

Fundada em 2008, a Sold Leilões é líder no Brasil no segmento de leilões online de bens de consumo. A empresa possui 2,5 milhões de usuários cadastrados em seu banco de dados, sendo 75% pessoas físicas e 25% empresas. 

Ultima Hora