Lego é a marca mais poderosa do mundo em 2015

By | 21/02/2015
Lego é a maior fabricante de brinquedos do mundo (Foto: Getty Images)

A Lego foi eleita a marca mais poderosa do mundo. O resultado aparece no ranking de 2015 da consultoria Brand Finance, divugado nesta semana. A empresa dinamarquesa ultrapassou a Ferrari, que havia ficado no topo da lista no ano passado.

Segundo o relatório, as peças da Lego estimulam a criatividade e as crianças adoram a possibilidade de construir seus próprios universos. A empresa também oferece a possibilidade de brincar – fora da tela – em um mundo saturado com a tecnologia. Mas o principal fator para o salto da Lego no ranking deste ano foi o filme inspirado em seu produto. "O filme captura perfeitamente o apelo para diferentes gerações. Foi um sucesso de crítica e de bilheteria, arrecadando cerca de US$ 500 milhões desde que foi lançado", diz o documento.

Vários critérios são utilizados para eleger as marcas mais poderosas, que somam um total de 100 pontos. Entre eles estão familiaridade, lealdade, promoção, satisfação dos funcionários e reputação da empresa. Abaixo, confira o top 10: 

1. Lego
2. PwC
3. Red Bull
4. Unilever
5. McKinsey&Company
6. Burberry
7. Rolex
8. L'Oréal
9. Coca-Cola
10. Ferrari

+ As empresas mais inovadoras do mundo 

Mais valiosas
A Brand Finance também lista as marcas mais valiosas. Nesse cálculo, é levado em consideração não só o poder, mas os números de cada empresa. Aí, a Apple é a grande vencedora. "O que a diferencia das outras é sua habilidade de monetizar sua marca", afirma o CEO da Brand Finance, David Haigh. 

Já a marca cujo valor cresceu mais rápido é o Twitter, que saiu de cerca de US$ 1,5 bilhão no início de 2014 para US$ 4,4 bilhões agora. Outras gigantes da tecnologia como Baidu e Facebook também mais que dobraram o valor de suas marcas.

Na América Latina, o destaque foi o Bradesco, que foi avaliado em US$ 12,3 bilhões. No ranking geral das marcas mais valiosas, ele aparece na 94ª posição. Abaixo, as 10 mais valiosas:

1. Apple
2. Samsung
3. Google
4. Microsoft
5. Verizon
6. AT&T
7. Amazon.com
8. General Electric
9. China Mobile
10. Walmart

Revista Época Negócios