Janeiro registra 168.944 tentativas de fraude contra o consumidor

By | 23/02/2015

O primeiro mês de 2015 registrou 168.944 tentativas de fraude conhecida como roubo de identidade em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios sob falsidade ideológica ou mesmo obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos. Os dados são do Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude – Consumidor.

De acordo com o Serasa, o número representa uma tentativa de fraude a cada 15,9 segundos no país. Não houve variação significativa em relação a dezembro de 2014, quando o indicador apontou 168.878 tentativas de fraude. Em relação a janeiro de do ano passado, houve queda de 9,4%. 

Conforme economistas do Serasa, a queda de janeiro deste ano na comparação com o igual mês do ano anterior decorre pelo atual  quadro recessivo da economia e baixa confiança do consumidor, que vai menos às compras evitando gastos e endividamentos. Sendo assim, fica reduzido também o papel dos fraudadores pela menor circulação de consumidores no mercado.

O setor de telefonia liderou o ranking, com 42,3% dos registros. Já o de serviços constatou 28% do total de fraudes, enquanto o varejo registrou 7,3% do total de tentativas de fraude.

Negócios