Ideias: A mulher invisível

By | 05/01/2016

A base de todos os grandes romances da literatura brasileira e universal, sempre fora marcada por um enredo entranhado de um enlace de sedução, onde um homem em busca de conquistar o amor de uma mulher, recheada de apetrechos, movia céus e terras. Gênios deste gênero, como: Machado de Assis, Camilo Castelo Branco, Gabriel Garcia Marques, infelizmente, já não despertam tanto interesses nos novos ‘leitores’.

No bojo das grandes obras romanescas, a mulher buscava em um casamento a sua realização. É fato, que isso pouco acontecia como hoje. Contudo, diferentemente das razões passadas, a mulher reclama de invisibilidade por parte do homem. E o curioso nisso tudo é que ela tem feito bem sua aparição. De quê mulher estamos falando? Porque ela se tornara invisível ao homem moderno? Antes de tudo, o corpo feminino tornou-se um ‘capital’, no stricto senso da palavra. Ou seja, nós temos a reificação (coisificação) do corpo feminino por um macho, de quem o primeiro olhar para uma mulher é direcionado à bunda. Essa constatação deplorável fora resultado de uma séria pesquisa da Universidade d Rio de Janeiro.

Na esteira dessa servidão a um mercado da estética, o Brasil tem números extravagantes: mais cirurgias plásticas do mundo, maior vendedor de cosméticos, maior quantidade de salões de beleza, maior número de academias. Baseado nisso, até um chiste de muito mau gosto fora criado pela alienada população de "machos", de que as mulheres brasileiras, notadamente as das classes médias e altas, já não envelhecem: ficam loiras. Ridículo!

Odailson da Silva

Psicanalista e escritor

Ultima Hora