Homens armados sequestram 30 xiitas em ataque no Afeganistão

By | 25/02/2015

Um grupo de homens armados sequestrou na noite desta segunda-feira (23) 30 islâmicos xiitas da etnia hazara que viajavam em dois ônibus por uma estrada da província de Zabul, na região central do Afeganistão.

Ainda não se sabe se a captura foi realizada por algum grupo extremista. Segundo o governador do distrito de Shajoy, Abdul Khaliq Ayubi, os passageiros trafegavam na estrada entre Herat, no oeste do país, e Cabul quando foram sequestrados.

O gerente da empresa dos ônibus atacados, Nasir Ahmad, afirma que os sequestradores usavam uniformes militares e pediram documentos dos passageiros e dos veículos antes de dar início ao ataque.

De acordo com Ahmad, eles se comunicavam entre si em uma língua estrangeira. O paradeiro das vítimas ainda é desconhecido e os criminosos ainda não fizeram contato com as autoridades locais.

Para Abdul Khaliq Ayubi, militantes do Estado Islâmico são os principais suspeitos da ação. Na semana passada, as forças de segurança afegãs interceptaram um carregamento de armas com insígnias da milícia radical na região.

Ele diz ter feito contato com líderes religiosos e tribais do Taleban afegão, que teriam descartado qualquer envolvimento no sequestro dos hazaras.

Os hazaras representam 9% da população afegã e são, em sua maioria, xiitas. Na década de 1990, eles foram perseguidos pelos talebans, mas a perseguição diminuiu após a invasão da coalizão liderada pelos Estados Unidos, em 2001.

No entanto, muitos integrantes da etnia continuam a reclamar de discriminação feita por sunitas, que são 80% da população afegã. Em julho, militantes do Taleban mataram 14 passageiros hazaras de dois ônibus na província de Ghor.

Internacional