Grupo ligado à Al Qaeda reivindica autoria de ataque a hotel em Burkina Fasso

By | 15/01/2016

A Al Qaeda no Maghreb Islâmico (AQIM) reivindicou nesta sexta-feira a responsabilidade por um ataque que está em andamento em um hotel na capital de Burkina Fasso, disse o grupo de inteligência Site.

Um membro de alto escalão do grupo linha-dura pediu em dezembro que os muçulmanos em vários países, incluindo Burkina Fasso, promovam a jihad (guerra santa).

A AQIM, ao lado de outros dois grupos, também reivindicou a responsabilidade pela morte de 20 pessoas e pela tomada de reféns na capital do Mali, em novembro.

Internacional