França abre arquivos do governo sobre período da ocupação nazista

By | 28/12/2015

Setenta anos após o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o governo francês decidiu facilitar o acesso dos cidadãos aos arquivos da polícia e da Justiça durante o regime de Vichy, sob a ocupação nazista.

Dirigido pelo marechal Philippe Pétain, o regime de Vichy -nome da cidade do centro da França onde se estabeleceu a sede do governo- vigorou de julho de 1940 a agosto de 1944, com base em uma política de colaboração com a ocupação alemã, e foi marcado pela prisão de cidadãos franceses, principalmente milhares de judeus.

O decreto publicado neste domingo (27) decide que poderão ser "livremente consultados" certos arquivos relativos à Segunda Guerra Mundial procedentes, principalmente, dos ministérios das Relações Exteriores, da Justiça e do Interior.

Entre esses arquivos figuram documentos relativos "aos casos levados às jurisdições de exceção instauradas pelo regime de Vichy" e ao período pós-libertação administrado pelo Governo Provisório da República (1944-1946).

Os papéis que são alvo da medida incluem "documentos relativos à perseguição e ao julgamento de criminosos de guerra em zonas de ocupação na França, na Alemanha e na Áustria" e aqueles "relativos aos casos levados aos tribunais militares e marítimos sobre fatos que ocorreram" durante a guerra.

Internacional