Egídio Serpa

By | 14/02/2015

Pescado competitivo

Aumentar a competitividade do pescado nacional tem sido uma das principais pautas do setor em 2015. Diretor do Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca do Ceará (Sindifrio) e membro do Conselho Nacional de Aquicultura e Pesca (Conape), Max Mapurunga reuniu-se com o ministro da Pesca, Helder Barbalho, para discutir ações que tornem o peixe brasileiro mais competitivo. A atualização da frota pesqueira é apontada como uma das iniciativas que podem otimizar o processo produtivo e, assim, valorizar o produto nacional em relação aos concorrentes do exterior. Entre os países que possuem aquicultura e pesca fortes, o Brasil é um dos menos eficientes em termos de logística e desburocratização.

Peixe e estiagem

Mapurunga lembra da importância da atividade pesqueira em tempos de seca em várias regiões do País. "Olhando para o céu, não vemos água, mas o mar pode ser aproveitado para diversificar a economia na estiagem", afirma.

Novas ocupações

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) incluiu no Cadastro Brasileiro de Ocupações (CBO) 14 novas profissões. Entre elas, estão cerimonialista, mototaxista, condutor de máquinas e fiscal de atividades urbanas e higienista ocupacional.

Novo comando

O bioquímico Hernan Chaimovich é o novo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ele substitui o biofísico Glaucius Oliva, que era responsável pelo cargo desde 2011.

Concurso

Autores de artigos sobre desenvolvimento humano no Brasil têm até o dia 29 de março de 2015 para enviar seus trabalhos e concorrer ao prêmio Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. O edital está hospedado no site do Ipea.

Imóveis: preços em alta

Não bastassem os diversos entraves ao bolso dos fortalezenses inerentes a este início de 2015, com IPVA, IPTU e combustíveis e alimentos em alta, há ainda outro dado preocupante: a Capital liderou o aumento no preço dos imóveis em janeiro. Enquanto em outras partes do País, a tendência é de arrefecimento (com taxas próximas de zero), Fortaleza registrou aumento médio de 1,43%. O percentual é mais que 10 vezes superior ao verificado no Rio de Janeiro em igual período. Para se ter uma ideia da robustez do aumento, a média nacional foi de somente 0,4% de alta, bem inferior.

Inflações surreais

Se a situação da inflação no Brasil causa preocupação, imagine, então, nos países que já ultrapassaram a margem dos 2 dígitos há algum tempo. A Venezuela deve ter mais de 72% de inflação em 2015. Na Argentina, os preços devem subir 22% no ano e, na Ucrânia, 17,5%.

Bom

Alta definição

A TV Diário agora conta com sinal em HD. Para assistir à programação com qualidade de imagem superior, sintonize no canal 22.1, caso seu aparelho tenha tecnologia digital.

Ruim

Calor

As temperaturas em Sobral registradas neste ano beiram o insuportável. É a cidade mais quente do Brasil em 2015. Já registrou 44º. Haja ar-condicionado e ventilador!

Livre Mercado

A Ambev treinou 200 ambulantes cadastrados pela Prefeitura de Fortaleza para trabalhar durante os eventos do Carnaval 2015, com o intuito de incentivar o consumo responsável e ajudar a combater a ingestão de bebida alcoólica por menores de 18 anos.

A empresa de vestuário Reserva foi a única companhia brasileira incluída na lista das 10 mais inovadoras da América Latina. O ranking, elaborado pela Fast Company, tem empresas da Argentina, Colômbia, Chile e Equador. A Reserva tem, atualmente, 36 unidades espalhadas pelo Brasil. Produz aproximadamente 1,5 milhão de peças anualmente

A coluna foi redigida por Victor Ximenes

Negócios