Egídio Serpa

By | 10/02/2015

Indústria instiga Ferrucio

Quinta-feira, 12, numa das salas da Adece, haverá reunião mensal da Câmara Setorial da Indústria Eletro Metalmecânica, presidida por Ricard Pereira, que espera a presença do novo presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará – Ferrúcio Feitosa. Pauta do encontro: a necessidade de adaptação da política de atração de empresas às de estados nordestinos, como a Bahia. "Um empresário cearense, amigo meu, foi para a Bahia, onde recebeu mais e melhores incentivos do que os oferecidos pelo Governo do Ceará", conta Ricard Pereira, que é o presidente do Simec. Na sua opinião, Ferrúcio deve articular-se diretamente com as Câmaras Setoriais, para o que participar de suas reuniões – como a de quinta-feira – será boa e animadora iniciativa do presidente da Adece.

Parceiro

Para Luiz Roberto Barcelos, presidente da Abrafrutas, a fruticultura brasileira tem em Eduardo Caldas (foto), gerente de projetos da Apex, um bom aliado. Os dois lados já são parceiros.

Inovação

Fernando Pessoa, dona da FG Soluções em Energia, revela: está tratando com empresa especializada de Modena, na Itália, sobre um projeto de tratamento e reúso de água e efluentes no Ceará. Ele afirma que é nas horas de crise, como esta, que surgem as inovações.

Água

Há na Fiec – Federação das Indústrias do Ceará – uma crescente preocupação com o que acontecerá com a usina siderúrgica do Pecém no momento em que começar a operar no fim deste ano. O governo do Estado prometeu água à usina. De onde virá?

A chance de Mangabeira

Mangabeira Unger – o novo ministro de assuntos estratégicos da presidente Dilma – tem a boa chance de liderar o projeto, ainda inexistente, de interligação das bacias da Amazônia às do Nordeste. De acordo com a previsão científica, este será mais um ano de baixa pluviometria nesta região, e isto significará um problema para o rio São Francisco, cuja vazão está a reduzir-se gravemente, o que poderá inviabilizar, na prática, o projeto, em execução, de trazer suas águas para o semiárido nordestino. Esse empreendimento, que se encaixa no ministério de Mangabeira, custará bem menos do que as prejuízos causados pelo corruptos e corruptores à Petrobras.

Ferrovia

Pedro Brito, ex-ministro da Integração Nacional e dos Portos, é agora diretor de Portos e Logística da CSN, que tem o controle da Transnordestina Logística. Ontem, falando de S. Paulo, ele disse que as obras da ferrovia serão agora aceleradas. Sua diretoria investirá em Pecém e Suape.

Bom

Enfim, férias!

Durante os próximos 20 dias, os leitores estarão livres deste colunista, que entra em férias. Até lá, esta coluna será editada por Victor Ximenes, uma estrela da nova geração de jornalistas.

Ruim

Inflação

Subiu para 7,15%, a perspectiva de inflação para este 2015, de acordo com o Boletim Focus, elaborado pelo Baco Central com a média das opiniões de analistas das instituições financeiras.

Livre Mercado

Uma dica para os cearenses que costumam viajar a Lisboa e gostam do que o mar produz: o restaurante Pinóquio. Ele fica na Praça dos Restauradores, onde começa – ou termina – a Avenida da Liberdade, projetada e construída pelo Marquês de Pombal. No Pinóquio, você mesmo escolhe, no aquário da casa, o peixe, a lagosta ou a famosa sapateira (um super caranguejo que alimenta duas pessoas) – que deseja comer. Seus garçons, todos simpáticos, trabalham lá há, no mínimo, 20 anos – o Fernandes está há três décadas. É caro? Um Cartuxa tinto 2012 custa 23 euros; o peixe, 21 euros; a sapateira, 40.

Negócios