Dólar tem dia volátil e cai 1% ante real; Bovespa tem leve queda

By | 27/02/2015
Em uma sessão marcada por volatilidade devido à briga pela Ptax de fevereiro, o dólar chegou a superar R$ 2,92 mas passou a cair e fechou em queda de 1%, após números fortes sobre as contas públicas aliviarem parte das preocupações do mercado com a solidez do ajuste fiscal.
 
Mesmo assim, a divisa marcou o sexto mês consecutivo de apreciação, refletindo ainda a deterioração dos fundamentos macroeconômicos domésticos e a aproximação da alta de juros nos Estados Unidos. Segundo analistas, a tendência é que a escalada continue, mas possivelmente mais lenta, com investidores dando um respiro até que encontrem novos motivos para voltar a comprar dólares.
 
A moeda norte-americana recuou 1,01%, a R$ 2,8560 na venda, após chegar a R$ 2,8444 na mínima e R$ 2,9211 na máxima da sessão. Em fevereiro, a divisa subiu 6,19%, acumulando valorização de 27,56% nos últimos seis meses. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1 bilhão de dólares.

 Novas medidas fiscais

 
A Bovespa fechou a sexta-feira em leve queda, após um pregão volátil marcado por repercussão a novas medidas fiscais e com investidores colocando no preço de ações potenciais efeitos do fim de alguns incentivos tributários.
 
De acordo com dados preliminares, o Ibovespa encerrou o dia em queda de 0,34%, a 51.583 pontos. Apesar da baixa no dia, o Ibovespa acumulou alta de quase 10% em fevereiro.

Negócios