Dois suspeitos são detidos na Turquia

By | 31/12/2015

Ancara. A polícia da Turquia deteve dois suspeitos de planejar atentados suicidas na capital do país, Ancara, durante a celebração do Ano-Novo, informou ontem a emissora turca NTV. Os dois suspeitos fariam parte do grupo radical Estado Islâmico.

A polícia encontrou os dois suspeitos durante uma batida no bairro de Mamak, em Ancara. Eles possuíam coletes-bomba fortalecidos com barras de metal, de acordo com o jornal turco "Hürriyet". A suspeita é que os dois detidos planejassem um ataque suicida durante a celebração do Ano-Novo na praça de Kizilay – onde reúnem-se milhares de pessoas para os festejos da passagem de ano em Ancara.

O "Hürriyet" afirma que o dano potencial do ataque seria maior que o do atentado suicida de 10 de outubro passado, que deixou 103 mortos durante uma manifestação na capital da Turquia e é o pior da história do país. A nacionalidade dos detidos não foi divulgada. Relatos na imprensa turca apontam tanto que seriam dois turcos, identificados pelas iniciais MC e AY, quanto que teriam entrado no país pela fronteira com a Síria.

Segurança reforçada

Enquanto isso, dezenas de milhares de agentes foram destacados para as principais cidades turcas, especialmente Ancara e Istambul, para fazer a segurança na virada do ano. Cerca de 15 mil agentes municipais prestarão serviço na noite do Réveillon em Istambul, a maior cidade do país, com cerca de 14 milhões de habitantes. Ao menos 5.000 policiais vigiarão a praça Taksim e as ruas adjacentes.

Na terça-feira (29), outros dois suspeitos de também preparar atentados durante o Ano Novo foram presos em Bruxelas, em operações policiais que revelaram ameaças contra locais simbólicos da capital belga durante as festas. As prisões aconteceram no domingo e na segunda-feira em Bruxelas, em Brabant e na região de Liège.

Internacional