Dois soldados ucranianos morrem em confrontos; Ucrânia alerta sobre aumento de violência

By | 15/06/2015

Dois soldados ucranianos foram mortos e 20 ficaram feridos nas últimas 24 horas, informou o Exército ucraniano nesta segunda-feira, descrevendo tiroteios quase constantes de rebeldes pró-Rússia em certas partes de territórios separatistas.

O cessar-fogo intermediado em Minsk, capital de Belarus, há quatro meses, encerrou os confrontos em grande escala, mas há mortes quase diariamente em ambos os lados. Grupos de monitoramento internacionais alertam sobre a ameaça de um aumento no confronto.

"A situação na zona de conflito está deteriorando. Em partes-chave da linha de frente, armas pesadas continuam atirando em nossas posições quase sem parar", disse o porta-voz do Exército ucraniano, Andriy Lysenko, em entrevista televisionada.

Ele acusou separatistas de abrirem fogo em áreas que eram anteriormente calmas e disse que o confronto mostrou sinais de que estaria se espalhando.

Um mapa fornecido pelo Exército ucraniano para ilustrar atividades separatistas recentes mostraram ataques por quase toda a extensão da linha de frente.

Autoridades separatistas acusaram forças ucranianas de atirarem em áreas residenciais da cidade de Donetsk, controlada pelos rebeldes, ferindo dez civis, de acordo com o serviço de notícias rebelde DAN.

Internacional