Dilma Rousseff se reúne com grupo de empresários que atuam nos EUA

By | 28/06/2015
Presidenta Dilma Rousseff durante encontro com empresários brasileiros em Nova York, nos Estados Unidos  (Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República)

A presidente Dilma Rousseff se reuniu neste domingo (28/06), em Nova York, com 25 empresários brasileiros que possuem investimentos nos Estados Unidos. Entre eles, estará Carlos Fadigas, presidente da Braskem, empresa formada por uma associação entre a Odebrecht e a Petrobras, envolvidas no escândalo Lava Jato. O objetivo do encontro é discutir a presença de companhias brasileiras no mercado americano.

Também estiveram presentes Wesley Batista, da JBS; Frederico Curado, da Embraer; André Gerdau Johannpeter, da Gerdau; Rubens Ometto, da Cosan; e José Luis Cutrale, da Cutrale. A presidente estará acompanhada dos ministros Nelson Barbosa, do Planejamento, Armando Monteiro, do Desenvolvimento, e do presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), David Barioni Neto.

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, chegou apenas no final da reunião. Internado na sexta-feira com quadro de embolia pulmonar leve, Levy embarcou para os Estados Unidos na noite de sábado. 

Depois da reunião com o empresariado, a agenda da presidente está aberta. É possível que ela vá ao Museu de Arte Moderna (MoMA) à tarde e veja um espetáculo no Lincoln Center à noite.

Na segunda-feira, 29, ela fecha um seminário sobre investimentos no setor de infraestrutura brasileiro. Cerca de 470 pessoas confirmaram presença no evento, que será comandado pelo ministro Nelson Barbosa. Dos participantes, 81% são estrangeiros, segundo dados do Departamento de Promoção Comercial e de Investimentos do Itamaraty. O setor financeiro será o mais bem representado, com 39% do total.

As áreas de interesse são: instrumentos de financiamento dos projetos e conhecimento das regras que regem investimentos no Brasil. Os projetos que atraem atenção são aeroportos, rodovias, ferrovias e portos.

Revista Época Negócios