Dilma diz que ministro foi ‘infeliz’ em afirmação sobre desoneração da folha

By | 28/02/2015

A presidente Dilma Rouseff classificou de "infeliz" a afirmação do ministro Joaquim Levy (Fazenda) sobre a desoneração da folha de pagamento.

Levy afirmou nesta sexta (27) que a política era grosseira.

"Eu acredito que a desoneração da folha foi importantíssima e continua sendo. Se não fosse importante, nós a tínhamos eliminado e simplesmente abandonado. Acho que o ministro foi infeliz no uso do adjetivo", afirmou a presidente, em viagem ao Uruguai.

"O fato é que o ministro e todos os setores estão comprometidos com uma melhoria das condições fiscais do país."

Segundo Dilma, a desoneração da folha de pagamento é uma realidade. "O que fizemos foi um reajuste nas condições", disse ela.

"[A desoneração] será sempre um instrumento, que não é pura e simplesmente de ajuste fiscal. É um instrumento que, em certas conjunturas, temos que reajustá-lo, ou para cima ou para baixo. Agora foi para cima", afirmou.

Ao ser questionada se isso representava reconhecer erros de sua política econômica anterior, a presidente respondeu: "Quando a realidade muda, a gente muda".

Para Dilma, o Brasil vai sair da crise mais fortalecido.

Ultima Hora